Spread the love

Na tarde desta sexta-feira (1°), delegados e observadores, representando todos os sindicatos federados, debateram a consolidação e expansão do novo movimento docente.  O X Encontro Nacional do PROIFES-Federação, que vai até o dia 4 de agosto, visa discutir os principais temas de interesse e reivindicações dos professores das universidades e dos institutos federais.

Para contextualizar a discussão foram apresentados três artigos sobre a temática (todos estão no Caderno de Textos, para acessá-los, basta clicar aqui).

O primeiro é de autoria do Diretor de Relações Internacionais do PROIFES-Federação, Gil Vicente Reis de Figueiredo (ADUFSCar, Sindicato) e é intitulado “10 anos de PROIFES”. O documento resgata a história da entidade, por meio de uma linha do tempo que comtempla, por exemplo, a crise do movimento docente, a evolução dos acordos coletivos de cargos e salários, a inserção da entidade no contexto latino-americano, a atuação no Plano Nacional da Educação (PNE) e no Fórum Nacional de Educação (FNE) e as inúmeras ações no Congresso Nacional.

“A ideia é que se nomeie uma comissão para aperfeiçoamento e finalização deste texto. Esse material precisa ser distribuído para que mais pessoas conheçam a trajetória da entidade”, propôs Gil Vicente aos delegados do encontro.

O segundo foi elaborado por Nicolau Rickmann Neto (AproifesPA/PROIFES-Sindicato) e recebeu o título “PROIFES-Federação rumo a um Novo Movimento Docente: Tempo de criar novos Sindicatos”. De acordo com o documento, “a política da federação precisa ser de expansão da base federada, precisa ser de criação de novos sindicatos locais nas IFES”. Para alcançar esse objetivo, o docente sugere algumas medidas, como assessoria jurídica da federação para constituição dos sindicatos locais, realização de eventos nacionais, mais na comunicação, entre outros.

O terceiro, “Representar mais e melhor os professores federais”, foi escrito pelo diretor do PROIFES-Federação Remi Castioni. O texto afirma que a entidade “tem de estimular a organização dos professores em sindicatos livres e autônomos, respeitando os princípios da organização sindical consagrados”. O docente apontou como proposição um seminário sobre a temática.

No decorrer do debate, outras sugestões também foram apontadas pelos presentes, como promoção de curso de formação sindical, planejamento estratégico e de metas de crescimento, comunicação gerenciada pelos sindicatos federados e PROIFES-Sindicato como guarda-chuva de associações e núcleos de professores.

As indicações foram aprovadas pela maioria dos delegados, mas ainda serão apreciadas na reunião do Conselho Deliberativo da próxima terça-feira (5).

Por Proifes Federação