A instabilidade política gerada por conhecidos atores – instituições e partidos – visando anular o resultado das eleições de 2014, acabou arrastando o país para a mais aguda crise econômica, institucional e ética da História da República. Ante o impasse político e institucional, o sofrimento de milhões de desempregados, o avanço de pandemias antes extintas no país, o sucateamento de hospitais e da rede escolar, a falência de grandes estados da União, ao lado da destruição sistemática e consciente da capacidade tecnológica do Brasil, o Sindicato dos Engenheiros no Estado da Bahia, a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros e a Apub – Sindicato dos Professores de Instituições de Ensino Superior da Bahia realizam o II SIMPÓSIO SOS BRASIL SOBERANO com o objetivo de debater com a sociedade soluções imediatas e práticas para o dramático momento que vivemos.

O Simpósio SOS Brasil Soberano, que reúne especialistas de campos variados do saber, do trabalho, da política, da gestão e da defesa nacional visando incorporar estratégias de retomada do desenvolvimento nacional com base nas capacidades do povo brasileiro, teve início com os debates que aconteceram Rio de Janeiro, no dia 31 de Março, e terá continuidade em outros estados. O próximo (segunda edição) será em Salvador no dia 27 de Abril, no Auditório Leopoldo Amaral na Escola Politécnica da UFBA, das 8h30 às 18h00. O evento contará com duas mesas de debate: a primeira será “o papel da empresa privada e estatal no País Soberano”; a segunda, “o uso dos recursos naturais no País Soberano”. Para participar, basta enviar um e-mail para simposiobrasilsoberano@gmail.com.

As atividades visam construir uma proposta aberta, ampla e includente – um foro nacional –, pronto a acolher ideias e projetos, rumo à retomada de um desenvolvimento justo, autônomo e democrático. Convidamos todos vocês a integrarem este foro, em um esforço coletivo de reflexão, com ênfase no papel da Engenharia, da Soberania e do Desenvolvimento, em prol da Nação Brasileira que projetamos até 2035.

  SOS BRASIL SOBERANO (1)