Spread the love

O GT Multicampi do PROIFES-Federação se reuniu nesta quinta-feira, 30, no auditório da sede da entidade em Brasília, para discussão dos problemas decorrentes da restrição orçamentária e dificuldades no processo de expansão das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), além de análises de conjuntura e encaminhamentos.

Estiveram presentes representantes de quatro sindicatos federados ao PROIFES e um sindicato parceiro, no GT coordenado pelo presidente e vice-presidente do PROIFES-Federação, Eduardo Rolim (ADUFRGS-Sincal) e Flávio Silva (ADUFG-Sindicato), respectivamente. Os encaminhamentos do GT Multicampi, que serão enviados ao Conselho Deliberativo foram:

•          Elaboração de notas técnicas regulares do GT Multicampi visando instrumentalizar o PROIFES, sindicatos e parceiros;

•          Elaborar e propor políticas de remoção e redistribuição;

•          Que o PROIFES procure ANDIFES e CONIF para debater os problemas decorrentes da restrição orçamentária e dificuldades de expansão das IFES;

•          Sindicatos devem ir até a base dialogar para levantamento dos problemas existentes, a fim de subsidiar o PROIFES e o GT Multicampi;

•          Levantamento histórico e construção de alternativas juntos as lideranças regionais;

•          Elaborar e propor políticas de permanência dos alunos nas IES (transporte, alimentação, moradia e etc..);

•          Criar políticas que ajudem implantar PPG Stricto sensu com o intuito de manutenção do corpo docente nos campi;

•          Criação de lei específica que estabeleça o orçamento individualizado para todos os Campi das Universidades semelhante ao que já existe nos Institutos Federais;

•          Que a diretoria do PROIFES envie aos sindicatos ofício convidando professores a participarem do GT e da lista de discussão;

•          Realização de reuniões bimestrais do GT Multicampi seja por via presencial ou eletrônica.