Spread the love

O PROIFES-Federação realizou nesta terça-feira, 28, mais um dia de atuação no Congresso Nacional, mantendo sua premissa de estar presente e buscar o diálogo com deputados e deputadas, senadores e senadoras para pedir a rejeição da MP 805/2017, e todos os demais projetos e medidas que atacam as servidoras e servidores públicos federais.

Na ação desta terça-feira o objetivo foi alcançar as lideranças dos partidos na Câmara. O diretor de relações internacionais do PROIFES, Gil Vicente (ADUFSCar-Sindicato), além de Vanderlei Carraro (ADUFRGS-Sindical) e do presidente da ADUFSCar, Amarilio Ferreira Junior, estiveram presentes.

Pela manhã, os dirigentes participaram da manifestação convocada por centrais sindicais, movimentos sociais e de professores e professoras, além do Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Terra (MST) em frente ao anexo da Câmara dos Deputados.

Posteriormente, os dirigentes se encontraram com parlamentares, e conversaram com o líder da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara, deputado Carlos Zarattini, a quem foi entregue o Manifesto do PROIFES-Federação em defesa dos servidores federais e do serviço público, além de pedidos para que a bancada rejeite todos os projetos e medidas provisórias que atacam os servidores.

Esta é a terceira ação do PROIFES-Federação no Congresso. Nos dias 21 e 22 deste mês, representantes dos sindicatos federados ao PROIFES, e diretores da entidade, estiveram percorrendo gabinetes de deputados e deputadas, senadores e senadoras distribuindo o Manifesto do PROIFES e solicitando a rejeição dos projetos que desmontam o serviço público nacional.

Fonte: PROIFES-Federação