Spread the love

Entre os dias 10 e 12 de março, no campus do Vale do Canela da UFBA, acontece o VII Fórum Social Mundial da Saúde e da Seguridade Social. O evento antecede e relaciona-se com o Fórum Social Mundial 2018, que será realizado em seguida, entre 13 e 17 de março. Com o objetivo de debater a saúde e a seguridade como direitos humanos e oferecer estratégias de desenvolvimento calcadas na justiça social e ambiental, o Fórum se organiza em três eixos temáticos: 1. Alternativas ao desenvolvimento neoliberal:  direito coletivo e desenvolvimento com justiça social e ambiental; 2. Proteções sociais universalistas, integrais e igualitárias/ equitativas como sistema de redistribuição da riqueza; 3. Educação e ação política para defender e conquistar plenamente os direitos humanos e sociais como expressão da democracia.

Participarão representantes de entidades nacionais e internacionais como a FIOCRUZ, Conselho Nacional de Saúde, Action Aid e Internacional dos Serviços Públicos. Além dos debates sobre os três eixos centrais, a programação também inclui uma série de atividades autogestionadas. A expectativa é receber cerca de 600 participantes de pelo menos 25 países.

Formas de inscrição e informações adicionais podem ser encontradas no site www.fsms.org.br

Sobre o Fórum

O Fórum Social Mundial da Saúde e Seguridade Social é um espaço integrado ao Fórum Social Mundial orientando-se pelos princípios da pluralidade, diversidade e singularidade, tendo caráter não confessional, não governamental e não partidário. Tem o propósito de dialogar com a sociedade civil mundial comprometida com a luta pelo direito humano à saúde, opondo-se ao discurso e prática neoliberal que a situam no campo dos serviços, transformando-a numa mercadoria geradora do lucro.

Histórico

Em 2002 e 2003, antes dos Fóruns Sociais Mundiais de Porto Alegre e Mumbai (Índia), aconteceram Fóruns internacionais dedicados à defesa e afirmação da saúde como direito universal. Foram chamados de Fórum Internacional em Defesa da Saúde dos Povos (FIDSP) e liderados inicialmente pela Associação Latino Americana de Medicina Social – ALAMES. A partir de 2003, os Fóruns contaram com o apoio e convocatória conjunta do Movimento pela Saúde dos Povos – PHM (People’s Health Movement). O I Fórum Social da Saúde foi realizado em 2005, em Porto Alegre; outras edições aconteceram em Nairóbi (Quênia), Belém, Dakar (Senegal) e Túnis (Tunísia).