Spread the love

A construção de uma agenda de debates e ações para 2018 marcou a realização do primeiro encontro do Grupo de Trabalho Direitos Humanos do PROIFES deste ano. O encontro aconteceu nesta sexta, 27, na sede da Federação, em Brasília.

Docentes da Apub-Sindicato, ADURN-Sindicato, Adufg-sindicato, Adufrgs Sindical, ADUFSCar Sindicato, SindPROIFES, além da APUBH e APUFSC, fizeram uma avaliação das atividades no primeiro ano de funcionamento do GT e traçaram, ainda, um panorama da formação regional dos núcleos de debates para pensar em estratégias de fortalecimento da discussão sobre raça, etnicidade, gênero e sexualidade.

“Trouxemos a importância de se fazer um trabalho acadêmico para termos um diagnóstico mais preciso sobre a questão de gênero na nossa categoria docente, bem como, de se discutir a heteronormatividade”, esclareceu a presidenta da Apub e vice-presidenta do PROIFES, Luciene Fernandes.

A realização de um encontro nacional do GT Direitos Humanos no segundo semestre deste ano e um processo de formação também foram debatidos e deverão voltar à pauta das duas próximas reuniões a serem realizadas antes do Encontro Nacional do PROIFES-Federação, marcado para julho.

Por unanimidade, o professor da Universidade Federal da Bahia, Nildo Manoel da Silva Ribeiro (Apub Sindicato) foi eleito novo coordenador do grupo que terá como perspectiva a inclusão de uma nova pauta, que é a questão das pessoas com deficiência, elaborar projetos de pesquisa e artigos científicos para dialogar com todos os mais amplos setores da sociedade, e criar a transversalidade nos temas debatidos. “Quando falamos em Direitos Humanos temos que pensar no coletivo, na sociedade. Porque se falamos em violência contra a mulher, contra o negro, contra o homossexual, estamos falando de mim, de você, de todo mundo”, ressalta Nildo.

Casos de assédio moral e perseguição a professoras em sua atuação sindical e na defesa da promoção dos Direitos Humanos foram trazidos para o debate e serão encaminhados ao Conselho Deliberativo do PROIFES-Federação.

Proifes 1

Fonte: PROIFES-Federação