Ação 3,17%: nova audiência prevista após o fim do recesso judiciário

Após o reconhecimento da AGU, que representa a Universidade Federal da Bahia na ação dos 3,17%, de uma pequena parcela dos valores devidos aos professores, a advogada Laís Pinto, que acompanha o caso, deu entrada com uma manifestação solicitando a liberação do pagamento desses valores, agora incontroversos.

Após o recesso do judiciário, que se encerra em 20 de janeiro, a advogada programa marcar uma audiência com a juíza do caso a fim de solicitar a divulgação do despacho em relação à manifestação e celeridade na execução dos pagamentos. De todo modo, o processo continuará em curso, pleiteando os valores ainda não reconhecidos pela AGU.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu