Comunidade universitária se mobiliza em defesa do campus dos Malês da Unilab

A luta em defesa do campus dos Malês da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira) unificou a comunidade universitária numa plenária, na manhã de hoje (14). Compuseram a mesa representações Apub, Assufba e Dce/Malês, assim como da prefeitura do município, vereadores e a deputada estadual Olívia Santana.
A presidenta da Apub, Raquel Nery, na oportunidade, denunciou além, dos cortes orçamentários das Universidades, a Reforma da Previdência de Bolsonaro e toda sua política racista e antipopular. A presidenta também relacionou o desmonte da educação pública, e dos demais serviços públicos, à Emenda Constitucional 95, aprovada no governo Temer.
Estiveram também pela Apub, o vice-presidente Emanuel Lins e os diretores Joviniano Neto e Claudio André de Souza, que é também docente da Unilab.
Após a plenária, que encheu o auditório, estudantes, docentes e técnicos-administrativos foram às ruas de São Francisco do Conde, no ato que foi até a Câmara de Vereadores para entregar a Carta das entidades em defesa da Unilab e do campus dos Malês.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu