Docentes são vítimas de tentativa de estelionato

Professores da UFPA procuraram a sede da associação que lhes representa, a ADUFPA, para denunciar que estão sendo vítimas de tentativa de estelionato. Segundo denúncias, pessoas estariam ligando para a casa dos docentes dizendo que a Justiça Federal teria liberado uma determinada quantia referente ao pagamento do Plano Collor Verão II. Durante a ligação, a pessoa se apresentava como Wanderley Emanoel, que seria da 6ª Vara de Execução do Juizado Federal de Brasília, e pedia dados bancários dos professores. De acordo com os estelionatários, para que os professores recebam os determinados valores, é necessário o depósito de R$ 998,00 em uma conta da Caixa, para garantir a emissão de certidões negativas, necessárias para a liberação do pagamento. A diretoria da ADUFPA descobriu que a agência bancária a qual os docentes são orientados a fazer o depósito fica na cidade de Quixadá, no Ceará. O caso aconteceu no Pará, mas serve de alerta aos docentes de todo o país. A Apub orienta os professores a denunciarem caso passem pelo mesmo problema.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu