Fórum Social Mundial se unifica em protesto pelo assassinato de Marielle Franco

Na manhã dessa quinta-feira (15), o Fórum Social Mundial, que acontece até o dia 17 em Salvador, se uniu em protesto pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL). Ela foi morta a tiros na noite de ontem (14) no Rio de Janeiro, ao retornar de um evento na Lapa. A suspeita é de execução. Também foi vítima do mesmo crime o motorista do carro, Anderson Pedro Gomes.

A organização do Fórum recomendou a suspensão de todas as atividades pela manhã e participantes, representantes de entidades e movimentos sociais saíram em marcha pelo campus de Ondina da UFBA, onde estão concentradas a maior parte das atividades do FSM.

Marielle Franco foi a quinta vereadora mais votada do Rio de Janeiro. Mulher negra, oriunda do Complexo da Maré, era conhecida por sua luta em defesa dos direitos humanos e pelo fim do genocídio de negros e negras. Recentemente, havia sido nomeada relatora da Comissão da Câmara de vereadores do Rio criada para acompanhar a atuação dos militares durante a intervenção no Estado.

IMG_1660900

IMG_1680900

IMG_1688900

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu