Sindicato oficializa denúncias de ataques a docentes durante atividades online

Embora não sejam novidade, os casos de salas de aulas e reuniões online invadidas por pessoas mal intencionadas têm escalado em frequência e violência. Recentemente, a Apub recebeu denúncias de três docentes da UFBA que tiveram suas atividades invadidas por grupos que expuseram mensagens de cunho racista, misógino, intercaladas com imagens e palavras de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Os três docentes que procuraram o sindicato receberam apoio jurídico e foram acompanhados, na manhã de ontem (24), pelo advogado Pedro Ferreira, da assessoria jurídica da Apub, às polícias civil e federal para a realização das queixas e também tiveram suas denúncias protocoladas no Ministério Público Federal e também junto ao Nucciber – núcleo especializado em crimes cibernéticos do Ministério Público Estadual. As investigações serão acompanhadas pelo sindicato, que estará empenhado, junto com as autoridades, para a que os culpados sejam encontrados e devidamente responsabilizados.

As invasões são mais uma forma de ataque à Universidade Pública, à Democracia e aos Direitos Humanos; o explícito alinhamento político-ideológico ao presidente da república demonstrado pelos responsáveis por essa violência é apenas mais uma evidência do caráter obscurantista e perigoso do projeto que, por ora, se instalou no poder no Brasil. Diante da gravidade dos fatos e da inescapável necessidade de manter as atividades online, a Apub alerta professores e professoras que tomem precauções possíveis de segurança (veja algumas orientações na nossa Cartilha) e, caso sejam vítimas de ataques semelhantes, procurem imediatamente o sindicato para as devidas providências.

Procure o sindicato: assessoriajuridica@apub.org.br / (71) 99148-6828 

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu