Última reunião do ano sobre carreira

Representantes dos docentes e do governo federal se reuniram na terça-feira (13) em mais uma discussão do Grupo de Trabalho sobre reestruturação da carreira, a última deste ano. Na pauta, a aprovação e assinatura do relatório das reuniões do GT realizadas até o dia novembro, discussão da metodologia de trabalho a partir da oficina do último dia 8, quando foram discutidos os principais pontos da negociação entre as propostas de reestruturação de carreira do Magistério Superior e Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) elaboradas pelo Proifes, Andes-SN e Sinasefe.

O relatório das discussões do GT será composto por duas partes: registro e explicitação de cada entidade sobre os temas da oficina, a ser encaminhado até o dia 22 de dezembro ao governo, constando os pontos concordantes e discordantes em relação às propostas apresentadas por cada entidade. Para o Proifes, as questões fundamentais são isonomia entre ativos e aposentados e entre MS e EBTT, reenquadramento dos professores à época da reestruturação da carreira e a não criação de uma nova classe na carreira.

O prazo para o governo avaliar e devolver é 4 de janeiro. A primeira reunião de 2012 está prevista para 24 de janeiro, quando devem ser estabelecidos os consensos e os pontos a serem negociados. Depois, ocorrem mais dois encontros em 7 e 28 de fevereiro. Além disso, os docentes indicaram a realização de quatro reuniões no mês de março, uma por semana, já que o projeto de reestruturação da carreira deve ser concluído até 31 do referido mês.

O Proifes esteve representado pelo presidente Gil Vicente, professor Nilton Brandão (Sindiedutec-PR) e professora Sílvia Lúcia, presidenta da Apub Sindicato. O governo está representado por Marcela Tapajós, diretora do Departamento de Relações de Trabalho da Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Foto Mécia Menescal – Proifes

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu