Universidade Federal do Sul da Bahia é aprovada pelo Senado

Nesta quarta-feira (08), o Senado Federal aprovou a criação da Universidade Federal do Sul da Bahia, que será sediada na cidade de Itabuna, com campi em Porto Seguro e Teixeira de Freitas. O projeto aguara agora az a sanção da presidente Dilma Rousseff. A previsão é que em 2014 a nova universidade passe a funcionar  e suas obras sejam concluídas até 2020.
O projeto de lei foi apresentado pelos senadores Lídice da Mata (PSB-BA) e Walter Pinheiro (PT-BA). O objetivo da proposta relatado no projeto é que a instituição atenda, em primeiro momento, a mais de 11 mil alunos.E que também atenda aos estudantes do Espírito Santo, já que um dos campus, em Teixeira de Freitas, faz limite com o estado vizinho. O projeto de lei tramitou na Câmara como PL 2207/2011 e, no Senado, como PLC 12/2013.
O modelo de trabalho da universidade é de Bacharelado Interdisciplinar (BI), modelo em que o estudante escolhe entre quatro áreas de atuação: Artes; Humanidades; Saúde; Ciência e Tecnologia. O BI tem duração de três anos e, após conclusão, o aluno poderá fazer a escolha de se graduar em algum curso específico. O projeto prevê que os alunos façam os cursos por meio de colégios universitários, que deverão ser instalados nos municípios.
Mais universidades – No último dia 24 de abril, a Câmara dos Deputados aprovou a criação da Universidade Federal da Chapada Diamantina (UFCD). O projeto 4094/2012 foi elaborado pelo deputado Afonso Florence (PT) e relatado pela deputada Alice Portugal (PCdoB).  O objetivo lançar a prerrogativa para que o governo federal autorize a nova universidade, com previsão de campi nas cidades de Lençóis, Seabra, Ipirá, Rio de Contas e Morro do Chapéu.
A proposta é suprir a necessidade de ensino superior para estudantes da região compreendida como Chapada Diamantina, no centro do estado. O projeto deve passar pelas comissões de Educação e Cultura; Finanças e Tributação e Constituição e Justiça e de Cidadania.
A universidade promete abarcar uma região com aproximadamente 24 cidades e com mais de 370 mil habitantes. Não há datas para que o projeto tramite nas demais comissões antes de chegar ao Poder Executivo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu