Universidades públicas terão prejuízos reais com a Reforma Administrativa

Universidades públicas terão prejuízos reais com a Reforma Administrativa

💥 Ao propor a Reforma Administrativa (PEC 32/2020), o governo Bolsonaro deixou evidente seu projeto para o ensino público superior:

☑ Alinhar a produção de conhecimento de acordo com a ideologia do governo ou de grupos de poder, e não de acordo com as necessidades da sociedade

☑ Reduzir os recursos financeiros, que já são insuficientes

☑ Acabar com concursos para a contratação de professores e técnicos

☑ Permitir que apadrinhados políticos de fora da instituição ocupem cargos

☑ Fazer com que as instituições sejam usadas de acordo com interesses políticos e particulares, acima dos interesses coletivos

☑ Subordinar a qualidade do ensino, os métodos de pesquisa e os resultados do trabalho docente exclusivamente às demandas dos grupos de poder, e não da sociedade

☑ Acabar com a estabilidade, para que docentes percam a autonomia ao lecionar, pesquisar, desenvolver projetos de extensão, e até mesmo de se expressar

No final, com tantos prejuízos, a excelência das universidades públicas seria destruída.

🤮 A PEC 32/2020 foi criada para calar os docentes, acabar com os avanços de universidades públicas e beneficiar apenas os setores que não querem perder seus privilégios.

Ela precisa ser barrada!

#ReformaAdministrativaNão #GovernoContraoPovo #GovernoMente #DefendaoServiçoPúblico #PEC32Não #ServiçosPúblicos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu