Verdade: governo transformou educação em balcão de corrupção

🤥 Jair Bolsonaro enganou seus eleitores em 2018 dizendo que ia “acabar com a corrupção”. Mas o que a população viu foi um governo envolvido em diversos escândalos, tendo que trocar o comando da Polícia Federal várias vezes e decretar sigilos por 100 anos para esconder crimes e irregularidades. O Ministério da Educação, por exemplo, se transformou em um gigantesco balcão de negócios para a corrupção.

😮 Um dos casos mais absurdos envolve a compra de ônibus escolares por valores superfaturados, que gerariam um prejuízo de mais de R$ 732 milhões para os cofres públicos. E sabe quem estava no comando disso? Pessoas “importantes” do partido ao qual o presidente Jair Bolsonaro se filiou recentemente. Coincidência?

👎 Além disso, há graves denúncias de cobrança de propinas (inclusive em barras de ouro) em troca de liberação de recursos para prefeituras. Foi por este motivo que caiu o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro. O esquema era operado por pastores que estiveram no Palácio do Planalto (onde “trabalha” o presidente Bolsonaro) por 35 vezes.

🤥 Fora os casos de “escolas fakes” e dos caríssimos kits robóticas vendidos com lucros de 420% por empresa ligada a um parente de um aliado do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, protetor de Bolsonaro.

📢 Agora fica evidente que os ataques contra as universidades públicas sempre foram apenas cortina de fumaça para esconder qual o verdadeiro objetivo do governo de Jair Bolsonaro para a educação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp