PROIFES institui Grupo de Trabalho para debater e propor políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação

Analisar, debater e propor ações destinadas à recuperação das áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. Esse é o objetivo do Grupo de Trabalho (GT) instalado nesta quinta-feira, 30, em Brasília, pela diretoria do PROIFES-Federação.

Docentes e pesquisadores pertencentes aos sindicatos filiados, além de representantes da Adufepe, Adufsc e ApuBH, integram o recém-criado GT de Ciência, Tecnologia e Inovação do PROIFES.

O presidente da Federação, professor Nilton Brandão, abriu a primeira reunião do GT e sugeriu que os participantes absorvam os pontos de pauta para o setor, aprovadas no XIV Encontro Nacional do PROIFES, ocorrido em julho, em São Luís (MA).

gt tec3

Brandão, justificou a instalação do GT de Ciência, Tecnologia e Inovação ao pontuar os ataques que o governo federal tem protagonizado contra as Universidades Públicas. “Após o golpe, o ataque tem sido brutal contra a educação, a pesquisa e contra os direitos dos trabalhadores”, afirmou.

“Os GT’s são órgãos consultivos da diretoria do PROIFES. As sugestões emanadas dos Grupos de Trabalho serão levadas à aprovação do Conselho Deliberativo da entidade que avaliará a adoção das indicações oriundas dos grupos”, argumentou.

Propostas aprovadas na capital maranhense, como a realização de um seminário sobre o financiamento da Ciência, Tecnologia e Inovação, a ser realizado na Câmara dos Deputados e ainda a criação e execução de atividades de extensão serão agregadas como prioritárias.

gt tec 2

O diretor do PROIFES e presidente da Adufc-Sindicato, professor Enio Pontes, foi escolhido por unanimidade para coordenar o GT de Ciência, Tecnologia e Inovação da entidade, com o apoio dos professores Daniel Christino (Adufg) e Alex Galeno (Adurn-Sindicato).

Para Enio Pontes a criação do GT de Ciência, Tecnologia e Inovação do PROIFES é extrema importância para a luta pela recuperação do status da pesquisa no Brasil.

“A decisão do PROIFES de criar o GT veio num momento importante e delicado do país. Precisamos cobrar os candidatos à presidência da República que assumam o compromisso de recuperar os investimentos em Ciência e Tecnologia, ao tempo que também faremos uma série de propostas para a retomada do crescimento da pesquisa brasileira”, disse.

Como encaminhamento, os participantes do GT de Ciência, Tecnologia e Inovação definiram três grandes eixos de atuação: o financiamento da Ciência e Tecnologia; a elaboração de um documento a ser encaminhado às autoridades da área; a definição de uma agenda com a participação de personalidades ligadas às áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Participaram também desta reunião do GT: Flávio Alves da Silva, Daniel Christino e Veridiana Moura (ADUFG-Sindicato), e Dárlio Teixeira (ADURN-Sindicato), Rafal Ferques (Sindiedutec-PR), Rodrigo Bianchi (ADUFSCar-Sindicato), Cleber Santos e  Ricardo Carvalho (APUB-Sindicato), Jessie Sobieski (ADUFRGS-Sindicato), Patrícia Plentz (APUFSC-Sindicato), Juliana Albuquerque e José Edeson Siqueira (ADUFEPE-Sindicato), Tatiani Umaioli (APUBH-Sindicato).

 gted5
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu