Nota de repúdio à intimação do reitor da UFRJ e da estudante Thais Zacharia

A Apub vem por meio desta repudiar a ação do MPF, que intimou o Reitor da UFRJ Roberto Leher e a estudante Thais Rachel Zacharia (presidenta do Centro Acadêmico de Engenharia da UFRJ) alegando “prática de improbidade administrativa por promover evento com caráter político-partidário dentro da universidade”.

Entendemos que ao colocar a questão da realidade em debate a Universidade cumpre um de seus mais destacados papeis, o de pensar criticamente o seu tempo. Como instituição pública não pode ficar alheia ao que acontece.

A ação do MPF constitui mais um ataque à autonomia universitária e aos direitos individuais e políticos. Construir ações em defesa da democracia só pode ser considerado improbidade em tempos de exceção.

O ataque ao Reitor da UFRJ e à presidenta do C.A. é um ataque a todos nós. É o tipo de direito que quando um perde, todos perdem. Constitui, portanto, um risco para a Universidade Pública Brasileira.

Mas que ninguém se engane: a classe trabalhadora resiste, os docentes, servidores e estudantes resistem. Lutamos muito em 2016 e muito tempos pelo que lutar em 2017.

Por tudo isso, sigamos na luta, sigamos mobilizados. Nenhum direito a menos.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu