No último dia 10, o jornal O Globo publicou a matéria intitulada “Olavo de Carvalho está errado e não entendeu Kant, dizem três nomes de destaque da academia brasileira”, da qual participou o professor Daniel Tourinho Peres, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA. A pedido do jornal, os professores e a professora convidados avaliaram a aula online de Olavo sobre a obra de Immanuel Kant, um dos principais nomes do Iluminismo.

Em conversa com a Apub, o professor Daniel explica porque o discurso e pensamento de Olavo de Carvalho, que indicou o atual Ministro da Educação, Ricardo Vélez, representa um perigo para a Universidade e para a ciência. “Olavo de Carvalho é um obscurantista, retrógrado, seu discurso é puramente ideológico e não tem sustentação argumentativa”, afirma. Ao longo dos anos, explica ainda, construiu sua trajetória na recusa e confronto com a academia, e arregimentou seguidores fiéis, inclusive o próprio presidente Jair Bolsonaro.  

No plano político, a influência do escritor está além das indicações de ministérios e secretarias do novo governo; recentemente, o ministro Ricardo Vélez declarou que a Universidade deve ser restrita a uma elite intelectual, ideia que, na prática, deve significar o retrocesso nas políticas de expansão e democratização da educação superior pública no Brasil. O professor Peres se opõe a essa ideia, afirmando que o papel da Universidade é formar uma sociedade culturalmente forte, e que para isso, tem duas tarefas fundamentais e complexas: produzir ciência de ponta, de excelência, e divulgar o conhecimento produzido para a sociedade.

“Mais sério do que não conhecer determinado filósofo, é ocupar esse espaço e atacar as Universidades e a ciência, justamente para que ele possa sobreviver com estas narrativas que só se sustentam fora da academia”, ressalta. Para ele, a Universidade deve responder a isso e confrontar estas ideais fazendo a sociedade ter acesso ao conhecimento.

Abaixo, alguns links indicados pelo professor que abordam a ideologia de Olavo de Carvalho:

Precisamos falar sobre Olavo de Carvalho

SOFÍSTICA E POLÍCIA POLÍTICA: Olavo de Carvalho, Bolsonaro e a ideologia
RUY FAUSTO

Única coisa rigorosa no discurso de Olavo são os palavrões, diz Ruy Fausto

Olavo de Carvalho, o “ideólogo de Bolsonaro”, contra o professor Haddad

Quão obscurantista é o emplasto filosófico de Olavo de Carvalho?

Foto: SBPC