Edmundo Fernandes Dias

Com coragem e coerência em defender os seus ideais e abrir espaços para a produção cultural e o debate sobre o futuro da universidade e do Brasil, foi também um dos fundadores da Adunicamp, ocupou vários cargos na ANDES. A sua morte representa no Movimento Docente, a perda de uma referência fundamental, tanto para os que com ele concordavam, quanto para aqueles que, dele divergiam. Dele podemos dizer: foi um grande militante  e intelectual.

Diretoria da APUB