Docentes debatem sobre PL 2.203/11 com MPOG

Mais uma rodada de negociação com o Ministério do Planejamento. Na quinta-feira (22), o Secretário de Relações do Trabalho, Sérgio Mendonça, sentou à mesa com representantes dos docentes das Ifes do país para debater sobre o Projeto de Lei 2203/11, que consolida os acordos firmados em 2011 entre o governo e as entidades representativas, incluindo o reajuste de 4% e a incorporação das gratificações ao vencimento básico. Os docentes cobraram resposta sobre a mudança unilateral no cálculo dos adicionais de insalubridade e periculosidade, que são transformadas em valor fixo, apresentando reduções no benefício. Para os professores, a medida frustra o acordo assinado em agosto ao introduzir uma redução salarial no mesmo PL que trouxe o aumento de 4% e que o governo induzir os servidores a realizarem menos tarefas insalubres não tem o menor sentido, já que a natureza do trabalho de pesquisa e desenvolvimento de conhecimento envolve riscos. A categoria exige que a alteração seja suprimida do documento para que se possa continuar a ter um clima de confiança no processo negocial. O governo se comprometeu a pensar sobre o assunto e dar uma resposta na próxima reunião, agendada para esta quarta (28). Sobre a tabela de reajuste, divulgada com cálculos baseados em 3%, os representantes do Proifes entregaram novamente uma cópia com os valores corretos (com os 4%) ao secretário, que comunicou que será corrigida.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu