Jornada busca mostrar importância dos serviços públicos para população

Na última quinta-feira, 3, data em que o governo Bolsonaro entregou a proposta de Reforma Administrativa ao Congresso, Centrais Sindicais, Confederações, Federações, Sindicatos e movimentos sociais estiveram reunidos de forma remota para o lançamento da Jornada em Defesa dos Serviços Públicos. O PROIFES-Federação participou do ato online dando início à campanha, que busca um diálogo com o conjunto da população para mostrar a importância do Estado e dos servidores públicos para o bem estar social, para a saúde, a educação e garantia de direitos, como os previdenciários.

A jornada contará ainda com dois seminários informativos no mês de setembro, a serem realizados sempre às quintas-feiras, às 18 horas. As atividades serão transmitidas ao vivo pelas páginas de Facebook do PROIFES-Federação e nas redes da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), entidade organizadora da Jornada.

Para esta semana, no dia 10, o tema de debate é “Mitos e verdades sobre serviços, servidores públicos, as empresas públicas e estatais e seus trabalhadores”. Já no dia 24, é vez de se discutir “Privatizações, desnacionalização do patrimônio e das riquezas nacionais”. 

“A ementa do Teto de Gastos inaugurou uma nova fase de reforma do Estado Brasileiro, reforma que na verdade se resume na retirada de Direitos dos trabalhadores em geral, mas em especial dos servidores públicos, reforma que na verdade tira o estado da assistência aos mais necessitados e amplia o auxílio aos mais ricos. O PROIFES-Federação estará em todas as frentes necessárias para fazer este embate somente uma ampla frente para mostrar à sociedade que a precarização do serviço público será menos vagas nas universidades; menos médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde nos hospitais e unidades básicas de saúde; menos proteção da agricultura familiar; menos professores e vagas nas escolas públicas de educação básica, nas universidades e nos institutos federais”, ” afirmou o presidente do PROIFES-Federação, Nilton Brandão.

*Com informações do PROIFES-Federação e do DIAP.

Fonte: Ascom ADURN-Sindicato

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu