Nota de repúdio à repressão do governador Beto Richa aos professores

Foi com pesar e indignação que a Apub Sindicato ficou sabendo da violenta ação da polícia militar do estado do Paraná contra os professores e professoras que protestavam contra o Projeto de Lei 252/2015, que realoca recursos da previdência social. A intervenção, de acordo com a prefeitura de Curitiba, deixou 213 feridos, alguns em estado grave.
A Apub entende que o direto aos protestos de rua é fundamental para a consolidação de uma sociedade democrática e repudia qualquer forma de intimidação e violência contra, não só a classe docente, mas toda a população. É ainda mais grave que os manifestantes tenham sido impedidos de entrar no prédio da Assembleia Legislativa, local que pertence, primeiramente, ao povo do Paraná e ao qual qualquer cidadão deve ter direito de acesso.
Neste momento, nos solidarizamos com os feridos e suas famílias e com todos os manifestantes que tiveram sua dignidade e cidadania feridas pela repressão desproporcional e autoritária do governo do Paraná, através de sua polícia.
Apub Sindicato
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu