Spread the love

O PROIFES-Federação, representado pelos eu vice presidente, Flávio Silva (ADUFG-Sindicato) e pelo diretor de Relações Internacionais, Gil Vicente Figueiredo (ADUFSCAR-Sindicato) participaram na manhã desta sexta-feira, 13, das comemorações dos 80 anos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em Brasília, Distrito Federal.

Na solenidade de abertura, foi lançada a marca comemorativa dos 80 anos. Autoridades do Inep, como a presidente Maria Inês Fini, e de outros setores participam do evento. Houve também uma homenagem a Anísio Teixeira, educador que dá nome ao Instituto, representado na ocasião por seu filho, Carlos Teixeira. “Foi uma homenagem absolutamente merecida, por toda a trajetória de Anísio e sua enorme contribuição para a Educação no Brasil”, afirmou Gil Vicente Figueiredo.

Os profissionais que começaram a história do Inep foram homenageados ao longo de todas as comemorações dos 80 anos. A criação do órgão, na época, foi resultado de uma reforma do Ministério da Educação e Saúde Pública, encaminhada pelo governo de Getúlio Vargas ao Poder Legislativo, e teve como objetivo “realizar pesquisas sobre os problemas do ensino, nos seus diferentes aspectos”.

Desde sua criação, o Inep teve relevante papel no desenvolvimento do sistema educacional brasileiro. Flávio Silva destacou o importante papel do Instituto para a Educação, por meio de pesquisas que possam orientar as políticas públicas da área. Ao longo de sua história, a instituição superou desafios em diversos contextos históricos e sociais, assumindo funções bem distintas em cada época.

Concebido originalmente como órgão de pesquisa para assessorar o Ministério da Educação e Saúde Pública, na prática o Inep logo se tornou um órgão executor da política educacional, alcançando maior expressão ao longo da sua história.

Fonte: PROIFES-Federação. Com informações da ADUFG