PROIFES-Federação participa do 8º Congresso Mundial de Educação na Tailândia

O PROIFES-Federação participa do 8º Congresso Mundial de Educação, realizado em Bangkok, na Tailândia, promovido pela Internacional da Educação. O evento, iniciado na última sexta-feira, tem duração até o dia 26, e tem como objetivo determinar as políticas, princípios de ação, programa e orçamento da organização, e elege o presidente, vice-presidentes e secretário-geral, bem como outros membros da Diretoria Executiva da IE.  

O PROIFES-Federação é representado por seu presidente, Nilton Brandão (SINDIEDUTEC-Sindicato), somando-se a uma delegação brasileira que conta com uma comitiva da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). O Congresso Mundial é composto de delegados nomeados e representantes das organizações membros.

Com o tema “Educadores e seus sindicatos assumindo a liderança”, o congresso vai debater a democracia e direitos humanos e sindicais. “Há 25 anos, a IE tem sido a voz da nossa profissão e nós teremos importantes debates a respeito da educação”, disse a presidente da IE, Susan Hopgood.

Brandão participou de mesa coordenada pela Confederação dos países de língua portuguesa-Sindical da Educação (CPLP-SE), que avalia a realização de organização de um encontro mundial de países de língua portuguesa para pensar organização e formação sindical.

Saiba mais:

A Internacional da Educação (IE) atua como federação de associações e de 401 sindicatos, em 171 países e territórios e representa mais de 32.5 milhões de educadores em todo o mundo, em instituições que vão desde a educação para a infância até ao ensino superior. Tem sede na capital Belga e é composta por estruturas regionais nos continentes.

A IE tem como objetivo a promoção das causas das organizações de docentes e outros profissionais de educação, a promoção da aplicação da declaração do desenvolvimento da educação e da força coletiva dos professores e dos outros profissionais da educação e o apoio e a promoção da liberdade profissional dos professores e dos profissionais da educação.

Com informações CNTE

Fonte: PROIFES Federação

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp
Close Menu