24J: Manifestações contra Bolsonaro levam mais de 600 mil às ruas

A expressão da rejeição ao governo federal só aumenta nas ruas. Utilizando máscaras e tomando outras medidas para a segurança sanitária, as/os manifestantes demonstram que o governo é mais perigoso que o coronavírus. No sábado, 24 de julho, pela quarta vez em dois meses, aconteceram grandes manifestações contra o presidente – estima-se mais de 600 mil pessoas em cerca de 509 protestos em cidades do Brasil e exterior.

Nos atos, a pauta principal ainda é a exigência da aceleração da vacinação contra covid-19 no país, que se juntam às denúncias relativas ao descaso na gestão da pandemia e esquemas de corrupção do governo envolvendo compra de vacinas, aos cortes de verbas para Educação pública e Ciência, ameaças ao serviço público com a proposta de Reforma Administrativa e também à defesa da Democracia.

Em Salvador, a Apub participou do ato do Campo Grande à Praça Municipal, junto a outras entidades da educação. Confira as imagens:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu