Ministro Mercadante quer celeridade para as propostas apresentadas pelo Proifes no GT

O Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, mostrou-se favorável às propostas apresentadas pelos dirigentes do PROIFES-Federação no que se refere a melhorias para as Carreiras do Magistério Superior (MS) e do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT).

Em audiência realizada na última quinta-feira (10) com o Presidente do PROIFES-Federação, Prof. Eduardo Rolim de Oliveira (ADUFRGS-Sindical) e os diretores Prof. Gil Vicente Reis de Figueiredo (ADUFSCar, Sindicato), Prof. Paulo Roberto Haidamus (ADUFMS-Sindicato), Prof. Nilton Brandão (SINDIEDUTEC), Prof. Remi Castioni (PROIFES-Sindicato), Prof. João Batista de Deus (ADUFG-Sindicato) e Prof. Ricardo Silva Thé Pontes (ADUFC-Sindicato), o Ministro recebeu em mãos os 10 pontos prioritários para a entidade, atualmente discutidos no Grupo de Trabalho composto por MEC, MPOG, PROIFES-Federação, ANDIFES E CONIF e que ainda não tiveram avanço efetivo no GT.

Antes de entrar na discussão dos 10 pontos listados a seguir, o presidente do PROIFES-Federação apresentou ao Ministro 2 questões preliminares, iniciando pela necessidade de que o MEC publique até o dia 1º de março as Portarias com as diretrizes gerais para progressão e promoção nas duas Carreiras e de Reconhecimento de Saberes e Competências, na Carreira de EBTT, como determina a Lei 12.772/2012, recém sancionada. O Prof. Eduardo Rolim relatou ao Ministro os avanços da reunião do GT a véspera, quando os representantes do governo, dos professores e dos reitores se colocaram de acordo sobre as minutas de Portarias e que o GT deve em 30/01 concluir este debate e então caberá ao MEC a publicação das portarias, no mês de fevereiro. O Ministro se mostrou muito contente com este avanço nas discussões e disse que as Portarias serão feitas e que ninguém terá prejuízos em progressões por falta deste Ato do MEC. Leia mais…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu