A ‘contraproposta’ da ANDES é tardia, de má qualidade e tem alto impacto orçamentário

A ANDES publicou em 20 de agosto, uma ‘contraproposta’, pretensamente destinada a ser discutida em uma eventual ‘reabertura de negociação’ com o Governo. Segundo afirma a entidade, o piso e o teto são aproximadamente os mesmos que os do Termo de Acordo já assinado pelo PROIFES.

Essa iniciativa é fruto do desespero de quem não soube negociar e perdeu o bonde da história, já que a FASUBRA irá igualmente firmar acordo com o Governo, com a volta ao trabalho dos funcionários técnico-administrativos na semana que vem, enquanto que, ao mesmo tempo, em diversas universidades a greve dos docentes foi terminada, tendência essa claramente irreversível.

O fato é que ao longo dos meses em que funcionou a Mesa de Negociação encerrada em 3 de agosto, a ANDES não encaminhou nenhuma ‘contraproposta’ concreta e o faz apenas neste momento, de forma tardia e inteiramente extemporânea.

A ‘contraproposta’, além disso, tem impacto de 10,5 bilhões/ano já em 2013, em contraposição aos 4,2 bilhões/ano para 2015, conforme constante do Termo de Acordo assinado. Leia mais…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu