Desempenho de cotistas é equivalente ao de outros estudantes

🤥 Um dos argumentos mais utilizados, e mais mentirosos, contra a existências das cotas étnico-raciais nas universidades é o de que os estudantes cotistas não teriam capacidade ou conhecimento suficientes para ter um bom desempenho acadêmico.

👀 Além de preconceituoso e racista, este argumento é mentiroso pois não encontra base nos dados, que indicam que o desempenho dos estudantes cotistas não fica a dever ao dos que entraram por ampla concorrência.

📚 É o caso por exemplo da Universidade Estadual Paulista (Unesp), analisado por um estudo que mapeou 30 mil estudantes entre 2014 e 2017. A conclusão principal é que não há diferenças relevantes de desempenho entre cotistas e estudantes que ingressaram por outras formas.

👏 As cotas estão fazendo dez anos e são uma forma de reparar desigualdades passadas e presentes: vamos defendê-las!

#EudefendoasCotas #cotasraciais #cotas #UniversidadeParaTodos #UniversidadePública

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp