Governo usa a Reforma Administrativa para acabar com a autonomia universitária

Governo usa a Reforma Administrativa para acabar com a autonomia universitária

😨 Com a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) o governo tentará destruir autonomia das universidades públicas, comprometerá o seu funcionamento, criará conflitos internos e precarizará a sua gestão.

👉 Isso porque um dos seus principais objetivos é transferir o serviço público para o setor privado, para que setores econômicos específicos lucrem sobre as necessidades do povo, e permaneçam apoiando o atual governo.

🤑 Com a interferência do setor privado, a universidade pública se desviará de seu papel social, e haverá cada vez mais pressão para que os docentes atuem segundo os interesses do mercado ou de grupos de poder, e não de acordo com as demandas da sociedade.

😓 Sem estabilidade, eles serão substituídos por apadrinhados políticos (sem capacitação para o cargo e compromissados apenas com quem os indicou). Os que restarem estarão sob constante ameaça de demissão, sofrerão perseguições e terão liberdade de expressão e de cátedra reduzidas.

⚠ Somada aos cortes de gastos (já que a Reforma também estabelece que a prioridade será a iniciativa privada), a universidade pública correrá sérios riscos de estagnar e, com ela, o futuro do Brasil.

✋Em defesa da autonomia universitária, precisamos nos unir e barrar essa PEC!

#ReformaAdministrativaNão #GovernoContraoPovo #GovernoMente #DefendaoServiçoPúblico #PEC32Não #ServiçosPúblicos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu