Moção de repúdio à truculência da Guarda Municipal de Salvador

A diretoria da Apub Sindicato manifesta sua indignação e repúdio contra atos de repressão e agressão de agentes da Guarda Municipal de Salvador contra estudantes universitários e secundaristas.

No dia 29 de março do presente ano, após a realização de uma manifestação pacífica de estudantes no Dique do Tororó, que pediam uma melhor Educação e Saúde no Brasil, a Guarda Municipal de Salvador abordou de forma truculenta esses jovens e, lembrando e repetindo a prática da ditadura militar contra as liberdades individuais, agrediu os mesmos e levou oito maiores de idade e 10 menores presos. Durante a abordagem os jovens foram agredidos e submetidos a choques. Tratamento inadequado e incompatível a qualquer regime democrático. Os estudantes maiores de idade passaram a noite de sábado na delegacia dos Barris e só foram libertados na noite do domingo. Os menores passaram duas noites na Delegacia da Infância e Juventude, da noite de sábado a manhã de segunda-feira (31/03), sem se alimentar ou tomar banho, tendo sido constantemente ameaçados por policiais. A APUB foi mobilizada para dar apoio e esteve acompanhado o caso. Repudiamos esses acontecimentos e qualquer tentativa de criminalizar movimentos sociais pacíficos, que devem ser respeitados independentemente de suas bandeiras e propostas políticas. Os professores da UFBA se solidarizam com esses jovens e seus pais e denunciam esse arbítrio cometido em Salvador.

A diretoria

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu