Assembleia avalia mobilização

Após a mobilização nas unidades da UFBA, IFBA e UFRB, a diretoria da Apub Sindicato e a base se reuniram em assembleia, na sede da entidade, para avaliar o movimento. Professora Silvia Lúcia, a presidenta, abriu a assembleia atualizando os professores sobre a rodada de negociação do GT de reestruturação da carreira, que ocorria paralelamente ao Dia Nacional de Mobilização dos Servidores Públicos Federais.

Depois, os diretores que visitaram o ICADS e IFBA, em Barreiras, e UFRB, em Cruz das Almas, fizeram um breve relato das discussões com os docentes no interior. Assim como os de Vitória da Conquista, os professores se manifestaram em favor da presença da Apub nas unidades. Quem passou pelos campi da Universidade Federal da Bahia, em Salvador, destacou o apoio recebido dos professores e professoras.

Em seguida, os presentes fizeram uma avaliação do Dia de Luta. Para a diretoria e apoiadores, o saldo foi positivo e o movimento foi consonante com as outras entidades filiadas ao Proifes Federação. A oposição defendeu que era preciso ter marcado a data com paralisação, assim como ocorreu na Faculdade de Educação. Mas, a Apub mantém firme a posição de não parar as atividades nas Ifes. Inclusive, a proposta de fazer paralisação nos dias 9 e 10 de maio, junto com os servidores técnicos administrativos, foi rejeitada pela assembleia.

Foto Carlos Vilmar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu