Professor Juarez Paraíso na Academia Baiana de Letras


A Academia de Letras da Bahia elegeu, na última segunda-feira (10), o artista plástico e professor Juarez Paraíso para a cadeira 39,em substituição ao professor Edivaldo Boaventura.

Juarez Paraíso, professor da Escola de Belas Artes da UFBA,é respeitado em todo mundo artístico, sendo autor de obras que marcaram inclusive a cidade de Salvador

A Apub acrescenta às homenagens alguns elementos sobre a ação do militante Juarez Marialva Tito Martins Paraíso, um dos fundadores da Apub Sindicato, em agosto de 1968, e assim filiado há mais de 50 anos. Sempre participou e apoiou as atividades do sindicato. Um exemplo de seu apoio é o quadro que honra o acervo da Apub (veja abaixo).

Inovador, teve ação marcante na II Bienal Nacional de ArtesPlásticas da Bahia, fechada pela Ditadura Militar, quando foi preso. Seu depoimento à Comissão Estadual da Verdade da Bahia sobre o quadro de resistência cultural na Ditadura Militar é fundamental para entender o período.

Juarez é o primeiro artista plástico a ser eleito para a Academia de Letras da Bahia. Quando a Universidade sofre ataques desqualificadores, é exemplo da contribuição que os professores universitários oferecem à cultural e à sociedade brasileira.

Imagem: Divulgação ALB

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu