Ocupa Brasília: APUB mobilizada em defesa das universidades públicas e contra os cortes

Centenas de trabalhadoras/es e estudantes realizaram manifestação em Brasília, no dia 14 de junho, contra os ataques do governo federal à Educação pública.

Na terça-feira (14), a capital federal foi tomada pela manifestação – convocada pelo Fonasefe e com adesão de diversas entidades como PROIFES-Federação – de trabalhadoras e trabalhadores da Educação, estudantes e outros setores do funcionalismo público em luta para defender a Educação e todo o serviço público ameaçado pelo sucateamento e ataques do governo federal. O protesto teve início no Anexo II da Câmara dos Deputados e seguiu para o Ministério da Educação, encerrado com ato político cultural.

A APUB participou da mobilização “OCUPA Brasília” denunciando o bloqueio de parte do orçamento do Ministério da Educação para as universidades e institutos federais, medida que afeta o funcionamento pleno dessas instituições, principalmente nesse período de retorno presencial. O ato também trouxe as pautas da recomposição salarial (índice de 19,9%) de servidores públicos federais para repor as perdas inflacionárias, contra a PEC 206 que prevê a cobrança de mensalidades nas IFES, a revogação da Emenda Constitucional 95 (Teto de Gastos), contra as privatizações, entre outros. A pauta unificada da Educação será entregue ao MEC. “Diante do cenário de corte na ordem de 3.2 bilhões da educação nacional; o que inviabiliza o funcionamento das universidades e Institutos Federais, nós não podemos nos colocar na condição de expectadores. Temos que ir à luta e participar de mobilizações, discursões e diálogos com o parlamento, na tentativa de recompor esse orçamento” destacou Fernanda Almeida, Diretora Financeira da APUB.

Neste mesmo dia, o sindicato esteve com parlamentares baianos, como os deputados federais Zé Neto (PT), Joseildo Ramos (PT) Alice Portugal (PCdoB), Lídice da Mata (PSB) e Valmir Assunção (PT), para conversar sobre o orçamento das universidades e articular apoio ao campus dos Malês da UNILAB. Além da diretora da APUB, Fernanda Almeida, estiveram a diretora dos Malês, Mírian Reis, o professor Jailson Alves (Instituto de Química/UFBA), o estudante da UNILAB, Aparício Vieira e o servidor técnico-administrativo do campus dos Malês, Fabrício Pereira, representando a ASSUFBA Sindicato.

Com 12 anos de existência a Unilab foi pauta das discursões e pleitos da Comissão. A participação no ato “Ocupa Brasília” e a abertura do diálogo com parlamentares, representa um ato de resistência, diante da conjuntura politica atual . “Chegamos aqui em Brasília para contar para os parlamentares do Estado da Bahia, um pouco da nossa história. O nosso objetivo é sensibilizar os parlamentares pra essa universidade que também é baiana e enfrenta tantos desafios para existir. Colocamos em pauta a necessidade de garantir a infraestrutura para que seja possível continuar oferecendo cursos com a qualidade que a gente oferece, mas com condições mais dignas do trabalho docente”, afirmou, Mírian Reis, diretora da Unilab.

Foram três dias de cumprimento de agendas em defesa da educação e da universidade pública de qualidade. Entre os pleitos, estão a necessidade emergencial de garantir recursos para construção do prédio que vai abrigar o curso de medicina da Unilab.” Os deputados se comprometeram a colocar emendas individuais ou emendas de bancada no orçamento de 2023 para a construção desse prédio. A estimativa é que cada deputado possa alocar como emenda parlamentar, entre quinhentos mil e um milhão de reais. Esse montante deverá chegar a aproximadamente sete milhões e meio. Parte desse recurso, será destinada a Unilab, para construção do prédio em 2023″, comemorou o professor Jailson Alves (Instituto de Química/UFBA).

Na manhã desta quarta-feira (15/06), comissão foi recebida pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA); à tarde, acontece uma audiência com o Ministro da Educação, Victor Godoy, com pauta sobre a UNILAB, convocada pela própria reitoria da instituição com apoio das entidades representativas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp