PROIFES repudia manobra do Ministério da Economia que esvazia recursos para Ciência e Tecnologia

A ciência brasileira está sendo alvo de um golpe orquestrado pelo governo bolsonarista, através de seu ministro da economia, Paulo Guedes. Em uma manobra sorrateira, articulada no apagar das luzes de ontem, dia 7, a Comissão Mista do Orçamento do Congresso Nacional (CMO), atendendo a ofício enviado pelo ministro da economia, alterou o PLN 16, que destinava 690 milhões de reais para o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).  Com a modificação, mais de 90% dos recursos, que seriam destinados a bolsas e apoio à pesquisa serão transferidos para outros ministérios.

O PROIFES vem a público repudiar essa medida atentatória contra a comunidade científica nacional, que compromete o andamento de pesquisas e estudos em áreas vitais e coloca em risco o desenvolvimento científico do país, crucial para o enfrentamento dos desafios regionais e globais, sociais e econômicos do presente e do futuro. O governo federal novamente escancara o seu negacionismo e dá mais um passo na política de corrosão das instituições, através da qual tem imposto o desmonte e o sucateamento de áreas estratégicas, como educação, saúde, cultura, meio ambiente e ciência, tecnologia e inovação.

É preciso que a comunidade científica esteja amplamente mobilizada para que, através dos instrumentos democráticos, possamos pressionar os parlamentares a reverter esse quadro e, dessa forma, preservar as universidades, as entidades científicas e o trabalho dos/as cientistas e pesquisadores/as brasileiros/as.

Enio Pontes
Diretor de Ciência e Tecnologia

Nilton Brandão
Presidente

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu